Antes e depois: sala de jantar é reformada na Casa Branca

Michelle Obama reformou a antiga sala de jantar da Casa Branca e encheu as paredes de obras de arte contemporânea. 

Por Por Valentine Del Monaco Atualizado em 19 jan 2017, 13h51 - Publicado em 18 fev 2015, 15h58
01-old-family-dining-room-made-new-again

Que Michelle Obama é sinônimo de bom gosto, todo mundo sabe. Na última semana, seu bom gosto para arte e decoração ficou ainda mais público. Explico: Michelle liderou a reforma da antiga sala de jantar da Casa Branca, um ambiente historicamente usado por antigos presidentes para as refeições, e o resultado é uma sala com toda a pompa e elegância que o protocolo exige, mas cheia de peças de arte contemporânea — as favoritas da família Obama. A sala é usada desde a época do presidente John Quincy Adams, em 1825, para todas as refeições das famílias. Isso até os Kennedys chegarem quando a Jacqueline mudou a sala de jantar para residência privada presidencial. Até pouco tempo, o espaço era usado para pequenas reuniões oficiais da Casa Branca, mas agora foi aberta ao público por Michelle. As paredes, antigamente amarelas, ganharam tons de cinza — oficialmente o mais neutro da decoração. As cortinas foram substituídas, mas ainda homenageiam àquelas que foram instaladas previamente em tons de vinho pro Jacqueline Kennedy. Nas paredes, estão as obras Resurrection, de Alma Thomas (1891-1978), Early Bloomer [Anagram (a Pun)], de Robert Rauschenberg (1925-2008), Study for Homage to the Square: Asking de Josef Albers (1888-1976) e Homage to the Square, de Josef Albers (1888-1976).

02-old-family-dining-room-made-new-again 03-old-family-dining-room-made-new-again 04old-family-dining-room-made-new-again

 

Continua após a publicidade

Publicidade