Casa Created with Sketch.

8 layouts que funcionam para qualquer quarto

Veja como aproveitar bem os espaços, sem abrir mão de uma bela decoração

 (Reprodução/My Domaine)

Oi, seu quarto ligou e está precisando de um carinho! Embora tenhamos a tendência de organizar obsessivamente (e reorganizar e re-reorganizar) o resto da nossa casa, os quartos muitas vezes ficam de fora. Talvez porque são mais privados e menos propensos a serem vistos por olhares julgadores, ou talvez porque a principal atividade que ocorre neles seja (isso mesmo) dormir.

Em todo caso, é um fato bem conhecido que reorganizar seu quarto pode ajudar a melhorar seu humor e até mesmo seus ciclos de sono – portanto, não há razão para evitar a otimização deste espaço.

A questão é um layout de irregular ou um espaço minúsculo? Nada tema. A Dezeen pediu a duas designers da Califórnia – Aly Morford e Leigh Lincoln da Pure Salt Interiors, um estúdio que se tornou sinônimo de projetos elegantes e acessíveis – para se debruçarem em layouts que elas bem conhecem… Tanto para quartos gigantes quanto para quartos de pequenininhos. A seguir, uma coleção de projetos para se inspirar!

1. Suíte principal com área de estar

 

 (Reprodução/My Domaine)

O layout: “Dada a grande área da sala e o teto abobadado, queríamos brincar com a escala e as peças originais de maneira que o layout fosse totalmente utilizado, e tivesse um visual harmonioso”, diz Leigh Lincoln, da Pure Salta Interiors.

“A lareira e os móveis embutidos eram o ponto focal natural da sala, então você perceberá que tudo é direcionado a eles! Adoramos esse layout porque é um exemplo perfeito de como a escala de cada peça, desde os móveis até a iluminação são fundamentais na criação de um layout funcional. “

A cama: Uma cama king-size com uma estrutura de quatro colunas chama a atenção para cima mostrando e aproveitando o espaço do teto abobadado.

Os extras: Este espaço (e os detalhes arquitetônicos existentes dos móveis embutidos e da lareira) criou um ambiente natural para uma pequena área de estar em frente à cama. Um tapetinho redondo ancora e “define” a área, sem torná-la incômoda ou um obstáculo no caminho.

2. Quarto principal e mirante

 

 (Reprodução/My Domaine)

O Layout: Criar um projeto para um quarto cercado por portas em três lados pode ser complicado, mas o resultado final vale a pena. “Embora não tivéssemos uma grande planta baixa para trabalhar aqui, as vistas para fora eram grandiosas”, lembra Aly Morford.

“Dada a pequena dimensão, também decidimos usar a iluminação suspensa para maximizar o espaço funcional da sala. O resultado final é um oásis aberto e arejado!”

A cama: Manter a estrutura da cama simples (ainda evocando elementos naturais com um toque de madeira em tons quentes) permite que o foco permaneça na vista. (Nenhum parapeito atrapalhando a visão aqui.)

Veja também

Os extras: Com uma vista como esta, qualquer oportunidade de admirá-la é bem-vinda. “A localização das portas e janelas não permitia que a cama ficasse de frente para o oceano, então adicionamos uma pequena área de estar e um espelho flutuante personalizado em frente à cama que mostra a paisagem e cria a ilusão de um espaço maior. ” Agora, os proprietários têm uma visão ampliada do oceano, não importa para onde olhem.

3. A toca das crianças

 

 (Reprodução/My Domaine)

O layout: Construído para as festas do pijama memoráveis, este arranjo de duas camas em uma acomoda crianças ou hóspedes. “Esta é a casa de férias do cliente, então cada quarto teve que ser projetado pensando em hóspedes extras”, diz Morford.

“Este quarto infantil não foi exceção – a planta baixa era pequena, então decidimos trazer uma cama em beliche. Mantivemos poucos os móveis para não torná-lo visualmente confuso, mas incluímos essas adoráveis mesinhas de cabeceira feitas com fibra de cana para um pouco mais de espaço fora do armário. Em nossa opinião, menos é quase sempre mais! “

A cama: Esta cama inteligente tem dupla função, servindo como espaço extra para hóspedes (e filhos dos hóspedes), mas também crescendo com a família – uma criança pode começar na cama de cima e depois descer para a de tamanho normal à medida que ele ou ela cresça.

Os extras: Mesinhas de cabeceira com fibras de cana trazem um pequeno elemento chique de praia, enquanto o papel de parede com impressão de palmeiras cria um visual divertido para crianças e gráfico para adultos. E um tapete de tecido durável ajuda a aquecer o espaço sem se tornar um acumulador de areia.

4. Suíte principal pequena e simétrica

 

 (Reprodução/My Domaine)

O Layout: Bem, fazer uma suíte principal parecer da realeza quando se falta espaço nem sempre é fácil, mas, novamente, as designers da Pure Salt enfatizam que menos é mais.

“O layout do quarto principal foi um desafio divertido porque estávamos trabalhando em uma área especialmente pequena (o apartamento fica em uma parte moderníssima de Los Angeles)”, explica Lincoln. “Para manter a sensação de amplitude, reduzimos a mobília ao mínimo e realmente nos debruçamos sobre a estilização para deixar o ambiente brilhar.”

A cama: Esta cama chega a um equilíbrio entre o luxo e o bom aproveitamento do espaço, com uma cabeceira estofada que confere suavidade sem ocupar muita área (graças à sua base vertical). O tom branquíssimo do estofamento ajuda a evitar a sensação de ostentação no espaço.

Os extras: “Ao trabalhar em um layout pequeno, costumamos utilizar iluminação suspensa para não ocupar um espaço precioso”, observa Lincoln – e nesta sala, isso adiciona mesmo um toque de sofisticação.

5. Passagem aberta

 

 (Reprodução/My Domaine)

O Layout: “Neste quarto, tínhamos um layout de bom tamanho para trabalhar e um caminho muito aberto entre a varanda e os banheiros principais”, lembra Morford. Mas esses dois espaços contíguos também exigiam uma passarela espaçosa que tornasse mais fácil mover-se entre eles.

“Priorizamos manter a passagem para a varanda aberta e desobstruída”, diz ela, deixando um espaço generoso entre a cama e a TV.

A cama: “Dado o tamanho da sala, era importante encontrar peças que acentuassem isso e parecessem dimensionadas de forma adequada”, diz Morford. Uma cama grande cabia no quarto sem comprometer o espaço da passagem.

Os extras: Em acordo com a escala, foram adicionadas mesas de cabeceira maiores – e uma planta grande serve como solução inteligente para uma saliência irregular na parede, perto da porta do banheiro.

6. Quarto com lareira

 

 (Reprodução/My Domaine)

O Layout: Quando uma quarto tem um caráter histórico tão deslumbrante quanto este, o melhor a fazer é exibi-lo com total plenitude. “Este projeto foi um desafio divertido”, diz Lincoln.

“Queríamos ter a certeza de mostrar alguns dos elementos de design principais no ambiente, como a cornija da lareira – mantivemos o layout clássico nesta sala para garantir uma funcionalidade atemporal, porém nos dedicamos a texturas e peças de mobiliário que deram aquele toque ligeiramente europeu.”

A cama: Vestir a cama com uma paleta de brancos onírica ecoa os detalhes arquitetônicos em todo o espaço, ao mesmo tempo em que os deixa serem protagonistas. Uma cabeceira alva estofada dá um toque de luxo sem se distanciar do estilo do quarto.

Os extras: Uma TV espelho “inteligente” mantém a parede da lareira com uma aparência elegante e atemporal quando não está em uso.

7. Entrada no cantinho

 

 (Reprodução/My Domaine)

O Layout: Uma entrada em ângulo no canto cria um caminho inesperado através deste quarto, mas felizmente havia espaço o suficiente para que mesmo várias peças de mobiliário não ficassem apertadas.

A cama: “Qualquer quarto com pé-direito alto merece móveis e uma decoração que o destaque!” diz Morford. “Neste quarto, trouxemos esta linda cama com dossel e luzes pendentes em ambos os lados para destacar a escala do quarto.”

Os extras: Uma área de estar confere uma atmosfera mais luxuosa ao quarto. “Como havia espaço extra na ponta da cama, acrescentamos cadeiras de acento para tornar este quarto ainda mais relaxante para os proprietários”, explica Morford.

8. A base das crianças

 

 (Reprodução/My Domaine)

O layout: Prova de que um pequeno espaço pode impressionar. “Este é provavelmente um dos quartos de criança favoritos que já projetamos. Nossos clientes queriam fazer algo único para seu filho, algo especial”, diz Lincoln. “Como não tínhamos uma grande planta baixa para trabalhar, decidimos construir e adicionar funcionalidade às paredes!”

A cama: Uma cama menor era a melhor pedida para este espaço, tanto para as dimensões quanto por causa de seu pequeno dono. Mas os detalhes têm um grande impacto: o sistema de pegboard se estende até atrás da cama, mantendo a cabeceira acolchoada firmemente no lugar com pinos costurados.

Os extras: Sem dúvida, o sistema pegboard é uma preciosidade deste quarto bacana. “Com este recurso de parede totalmente personalizado, fomos capazes de adicionar armazenamento extra na parede, uma mesa embutida e não tivemos que amontoar muitos móveis em um pequeno espaço para torná-lo funcional”, explica Lincoln. “O resultado final é uma sala incrivelmente legal que ainda parece ampla e arejada!”

*Via My Domaine

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.