Casa Created with Sketch.

6 dicas para usar instrumentos musicais na decoração de casa

Além de trazer a alegria da música, eles também levantam o astral da decoração do ambiente

Decoração com instrumentos Decoração com instrumentos musicais deixa o ambiente descontraído.

Decoração com instrumentos musicais deixa o ambiente descontraído. (Reprodução/Pinterest)

É fácil se deixar encantar pela beleza dos instrumentos musicais. Não bastasse alegrarem a casa com lindos sons, eles também se saem muito bem no papel decorativo, como peças de arte a serem contempladas. Mas como utilizá-los como ornamento de ambientes da melhor maneira possível?

“Decoração é uma forma de arte e não envolve regras rígidas. O ideal é constantemente confrontar ideias, experimentar e descobrir novas maneiras de compor os espaços. Alguns instrumentos são peças decorativas por si só”, explica o arquiteto Eduardo Bravacino, do escritório Bravacino Design (SP).

Aqui, reunimos 6 dicas de Bravacino para que você se inspire e exponha seus instrumentos pela casa. Confira:

Suporte de instrumento Suporte de instrumento é um aliado na decoração.

Suporte de instrumento é um aliado na decoração. (reprodução/Pinterest)


1. Observe o estado de conservação
Ao pensar em decoração com instrumentos musicais, leve em consideração, a princípio, a conservação deles. Ou seja, observe se o estado físico do instrumento segue o estilo proposto no ambiente. Apesar de não ser regra, em decorações com tom mais sóbrio, elegante ou refinado, recomenda-se o uso de instrumentos que estejam novos e com bom acabamento. Isso evita erro de contrastes, na maioria das vezes. Por outro lado, itens com idade avançada podem se tornar excelentes peças decorativas especialmente se o ambiente possuir um tom vintage ou rústico.

2. Considere o tipo e o tamanho do instrumento
O volume do item costuma ser um fator de limitação em relação ao espaço disponível na casa. Por exemplo: pianos, teclados e baterias, apesar de não serem ”armazenados” (pois sempre serão apoiados no chão), precisam de espaço de circulação ao redor deles e devem ser posicionados de maneira que não pareçam “encostados”. Quando o instrumento grande assume o papel de peça central, acaba naturalmente chamando mais atenção. A dica, portanto, é que fique em local de destaque no ambiente, como no centro de uma parede ou de uma sala, com espaço de circulação em volta.

Se quiser que o instrumento atue como um item coadjuvante, um canto de sala pode se tornar um ótimo espaço de armazenagem. Pianos de cauda, violoncelos e baterias preenchem bem o espaço nestes casos. Lembre-se de não exagerar na decoração do entorno e procure deixar ao menos 70 cm de circulação livre ao redor dos instrumentos.

Itens menores, como saxofones, baixos, cavaquinhos, violões e guitarras são mais fáceis de aplicar na decoração dos ambientes e normalmente deixam o espaço mais descontraído quando exibidos em suportes na parede ou no chão.

3. Saiba o valor do instrumento
Se você tiver itens de maior valor agregado (peças raras ou caras) e que precisem de algum tipo de proteção contra poeira e umidade, por exemplo, vale colocá-los em caixas de vidro iluminadas junto à parede. É uma forma eficiente de deixar o objeto protegido e com fácil acesso ao mesmo tempo.

4. Aproveite as quantidades
Quem coleciona instrumentos e tem vários itens para usar na decoração pode agrupá-los por tipo e posicioná-los todos juntos, lado a lado, seja em uma parede, em algum móvel de apoio ou em tripé sobre o chão.

Itens de médio porte, como tambores, violões e guitarras, ficam ótimos em paredes com área delimitada para eles. Atente para a cor da parede: para instrumentos mais coloridos, o fundo neutro funciona bem. Já se os objetos forem neutros, prefira uma cor mais chamativa na parede.

Instrumentos menores, como gaitas e flautas, podem ficar em espaços confinados, longe de poeira e umidade. Bancada com gaveta e tampo de vidro ou armário com prateleiras de vidro funcionam superbem porque deixam os itens visíveis e protegidos. Quando há iluminação associada, aumenta o destaque.

5. Renove!
Se você tem um instrumento antigo e em mau estado de conservação, considere reformá-lo em locais especializados, onde pintura e acabamentos são refeitos. Ainda que não seja mais possível usar para produzir música, ele ainda poderá alegrar a decoração do ambiente.

6. Use cases de proteção como decoração
Já pensou em usar os cases protetores dos instrumentos na decoração? Há os de aspecto mais rústico, com adesivos e conceito vintage que ajudam bastante na hora de decorar. O mesmo vale para teclados e amplificadores, que têm cases no formato de caixas. Elas podem servir como peça decorativa com aspecto de baú.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s