Casa Created with Sketch.

Fibras: belas, resistentes e duráveis

Móveis e objetos confeccionados com matéria-prima natural podem ter vida longa, o segredo é saber limpar e conservar, seguindo cuidados bem simples e que não requerem esforço

Almofadas de palha de buriti de Mônica Carvalho e mesa de bananeira da Saccaro.

Foi-se o tempo em que móveis de fibras naturais eram usados basicamente na praia ou no campo. Hoje é bem mais comum encontrar essas peças em casas urbanas, que também abriram suas portas para a entrada de tapetes, cortinas, objetos e utensílios confeccionados com matéria-prima natural. A boa aceitação se justifica pela beleza dos itens, que aquecem qualquer ambiente, e pela durabilidade, pois, bem cuidados, mobiliário e objetos de decoração podem durar décadas. A chave da longevidade são limpeza e manutenção com produtos e equipamentos mais simples do que se imagina: pano, água e aspirador de pó, uma tríade que conserva como se deve qualquer objeto fabricado com fibra natural – da delicada bananeira ao resistente bambu.

Bandeja e objetos de taboa vendidos na Tânia Bulhões Home.

Aspirador de pó dá conta do recado

Tapete de sisal (Tok & Stok), almofadas de junco (Kozmann) e de bananeira (É...

“A limpeza semanal é feita com aspirador com bocal de escova macia. Se necessário, pode-se passar um pano levemente umedecido”, afirma Celso Picca, gerente da Saccaro (tel. 11/3043-9136). Se cair alimento gorduroso, limpe com pano úmido e sabão de coco, retire a espuma e enxugue para evitar o desgaste do selante. Esse produto é aplicado no móvel pronto – antes disso as fibras recebem tratamento. “São imunizadas contra brocas, cupins e outras pragas e depois ganham uma

camada protetora com selante”, explica Geraldo Queiroz, diretor da Amazônia (tel. 11/5641-6880). Dessa maneira, ficam mais resistentes e tratadas contra doenças, mas, por serem matéria-prima natural, as fibras pedem cuidados para aumentar sua vida útil e conservar a beleza.

Centro de mesa de vime retorcido, criação da 5ª Estação.

A luz do Sol enfraquece e quebra as fibras

Móveis não devem ser expostos à luz solar direta por mais de duas horas diárias. “Com o tempo, o sol enfraquece o selante e a fibra quebra”, diz Marlize Angelino, proprietária da Nativa (tel. 11/5521-9366). Já a água apodrece a fibra. Se uma mesa, pufe ou tapete molharem, seque com pano, coloque a peça na sombra e em local bem arejado. “A água mancha o tapete de sisal e será preciso lavá-lo numa loja ou local confiáveis para atenuar a marca”, alerta José Augusto Santos, encarregado de limpeza e manutenção da Cor e Forma (tel. 11/3088-7439). Ele afirma que o seagrass é uma boa opção por ser mais escuro e resistente. “É importante impermeabilizar os tapetes para a melhor proteção”, diz Rogério Rykovsky, proprietário da Divinas (tel. 11/3097-0095).

Pufe de taboa da Kozmann: fibra em desenho contemporâneo.

A parte deteriorada pode ser restaurada

Outro ponto de atenção é o manuseio dos móveis. As fibras são resistentes, mas sensíveis. Não bata na peça para tirar poeira e jamais use uma cadeira ou mesa de centro como escada. “Já vi assento de cadeira furado com salto alto de sapato”, diz Queiroz. Nessa situação, a saída é

trocar o que foi afetado, mas a parte nova não ficará da mesma cor que a antiga. Dependendo do tipo de avaria, qualquer peça de fibra pode ser restaurada e o custo oscila entre 20 e 30% do valor de um móvel ou objeto novos. Contate o fabricante para que ele providencie o serviço ou indique mão-de-obra de confiança. Uma dica que vale para todo tipo de peça de fibra: não espere estragar muito para consertar. Assim, o custo do reparo é menor e o móvel vai manter seu aspecto original.

Aqui, o junco aparece nas cadeiras (Amazônia) e nos copos (Jacaré Brasil).
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s