Casa Created with Sketch.

Estudantes criam móveis para crianças com deficiência intelectual

Alunos de arquitetura criaram peças lúdicas, inspiradas em artistas plásticos brasileiros

estudantes-criam-moveis-para-criancas-com-deficiencia-intelectual

Alunos de arquitetura do Centro Universitário Belas Artes, em São Paulo, criaram móveis para crianças com deficiências intelectuais que estudam na Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae) de Potim (SP). Fazem parte do mobiliário estantes multicoloridas para livros infantis, cadeiras com estampas circulares e até uma cabaninha com um quadro negro. Os alunos projetaram e executaram os móveis durante o segundo semestre letivo de 2012 para a brinquedoteca que estava sendo criada na associação.

De acordo com Denise Xavier, coordenadora do projeto, a preocupação no desenho de móveis para qualquer grupo infantil é desenvolver a autonomia, mas a necessidade é ainda maior no caso das crianças com deficiência intelectual. “O importante é tentar fazer com que a criança se coloque como um agente, capaz de manipular o que tem ao redor dela”, resume. Além disso, os móveis bem desenhados podem ajudar na interação delas. “Se essas crianças sentem-se mais seguras e autônomas, resgatam a possibilidade de interação de igual para igual com as outras”, explica. 

Mas os móveis de MDF pintados com esmalte não têm só uma aparência divertida: eles também ganharam função pedagógica. O design de cada peça enfatizou uma característica do trabalho de um artista plástico brasileiro. O nicho de leitura, por exemplo, faz menção às ondulações dos quadros de Tomie Ohtake. Assim, espera-se ensinar as crianças a perceber melhor as formas, cores e texturas dos objetos.

Além de estimularem os sentidos, os móveis são, obviamente, acessíveis. É o caso do Kit Quadro, cuja lousa é inclinada, fazendo com que rabiscar fique mais fácil para quem está sentado numa cadeira de rodas. Outro exemplo é o display, dimensionado para que os menorzinhos não façam muito esforço para pegar os livros. A ideia é que os meninos e meninas sintam-se mais autoconfiante, à medida que dependem menos da ajuda de outras pessoas para realizar suas pequenas tarefas.

Conheça melhor os móveis – e os artistas que os inspiraram – na galeria abaixo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s