Casa Created with Sketch.

Pisos de madeira: 27 laminados, tacos, parquês, assoalhos…

Renovados em seus padrões e formatos, os pisos de madeira seguem em alta. Confira 27 opções de laminados, tacos, parquês e assoalhos, além de orientações para compra, instalação e manutenção. Saiba como escolher o piso de madeira e tire suas duvidas nesta seleção de nove perguntas.

Apreciadores da madeira não cansam de enumerar as qualidades dela: beleza, conforto, versatilidade e resistência. “Gosto da textura, do aconchego, do toque natural”, afirma a arquiteta paulista Lica Cukier. Somam-se a isso a variedade de tons e, no caso dos laminados, a profusão de texturas mais vivas, inovações oferecidas pelos fabricantes. No entanto, o critério estético não basta para guiar a compra. Segundo o engenheiro Ariel de Andrade, gerente executivo da Associação Nacional dos Produtores de Pisos de Madeira (ANPM), o consumidor deve colher referências do fabricante e do instalador, além de exigir garantia. “A instalação inadequada gera a maioria dos problemas”, alerta ele. Para evitar empenamentos e rachaduras, é imprescindível um contrapiso seco e nivelado.

Laminados

O laminado não apresenta a mesma textura dos pisos maciços, mas se sai bem ao simulá-los. “Ele é feito de madeira reconstituída, revestido de papel especial e protegido com verniz de alta resistência”, detalha Ariel de Andrade. Fiéis ao design da natureza, os padrões reproduzem nós, veios e até falhas da superfície original. “Em tempos ecologicamente corretos, o laminado substitui a madeira sem parecer artificial”, destaca Helena Capaz, gerente de desenvolvimento e especificação de produtos da Duratex. Resistente a riscos e destinado a áreas secas, o revestimento cobre todos os tipos de superfícies, exceto o carpete têxtil. Comparados à dos exemplares maciços, a instalação é mais ágil – por encaixe – e o preço, menor. “O rangido quando se caminha sobre ele pode causar incômodo”, aponta Ariel. “O problema é amenizado com a colocação de uma manta sob as réguas”, assegura Helena. Limpeza com pano levemente umedecido.]

Tacos e parquês Feitos com sobras de tábuas maciças, tacos e parquês propiciam inúmeras paginações. “Há muitas opções de tons e tamanhos”, afirma Rodrigo Tosi, diretor da Aplicadora Master. Além disso, ostentam a maior longevidade da categoria, ao lado dos assoalhos. “Quanto maior a espessura, maior a durabilidade, pois isso permite novos lixamentos e envernizamentos”, aponta Ariel. Mas nem sempre a recuperação é válida. “Cada raspagem consome de 2 a 3 mm. Se a peça estiver com menos de 5 mm, a operação é inviável”, alerta Dimas Gonçalves, CEO da IndusParquet. “Pontas quebradas e massa de calafetação largas são indícios de que a superfície chegou ao limite de raspagem”, completa Rodrigo. Outra opção para renovar ou uniformizar o visual é o tingimento. Exemplares novos podem vir com verniz de alta resistência ou receber a proteção no local (repetida a cada dez anos). Limpeza com pano úmido.

Assoalhos

Assoalhos satisfazem o gosto por superfícies alongadas. Podem ser novos ou provenientes de casarões antigos – a busca por essa estética faz surgirem até produtos industrializados tratados para ficar com o aspecto rústico e envelhecido. “Quem não aprecia as marcas do tempo prefere peças lavadas, lixadas e calafetadas”, diz Pedro Pereira Silva, gerente da Pau-Pau. A peroba-rosa e a canela são as espécies mais encontradas. Como os exemplares passaram por longa secagem, são naturalmente resistentes a cupim. Instalados sobre barrotes ou sobre o contrapiso, admitem cola PU, epóxi ou PVA (cola branca), parafusos e encaixe macho e fêmea. O acabamento leva resina à base de água ou cera (esta mancha em contato com água). Réguas maciças tradicionais podem ser raspadas e envernizadas, o que prolonga a vida útil. Limpeza com pano levemente úmido.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s