Sites para comprar, vender e doar móveis usados sem sair de casa

Aproveite a semana do Natal para mudar a casa - e também para ajudar instituições de caridade

Da Redação

Interessado em mudar a casa nesse fim de ano? Você não está sozinho. O fim de ano provoca esse desejo de renovação na casa de muita gente, interessada em vender, comprar ou doar móveis antigos. Em São Paulo, o Exército de Salvação registrou aumento de 20% em suas doações. São tantos móveis que a organização de caridade precisou tirar da garagem os caminhões de reserva e criar novas rotas para recolher tudo.

Conheça abaixo sites para comprar, vender ou doar móveis pela internet:

COMPRA ONLINE

Divulgação

01-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Market Decor

Esse site aproxima compradores e vendedores de móveis usados. As sócias Gisele Gottardi e Sabrina Cury Vasone selecionam os móveis – há de imagens de arte a poltronas de design e peças de antiquário. O vendedor se responsabiliza pelo frete e só recebe o dinheiro depois que o cliente confirma ter recebido a encomenda. O cinzeiro Lichtenstein da foto sai por R$ 90.

Divulgação

02-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Sala Sale

Esse site também é um brechó de artigos para a casa com pré-seleção. O pagamento pode ser feito com cartão de crédito, depósito bancário ou transferência para a conta da empresa. A cômoda London custa R$ 1245.

Divulgação

03-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Remobile

Este site tem como destaque a venda de móveis e objetos de design assinado. As peças também são selecionadas por uma curadoria. A cadeira Mademoiselle, da Kartell, sai por R$ 1980.

 

INSTITUIÇÕES DE CARIDADE

Divulgação

04-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Exército de Salvação

Essa organização agenda pelo seu sitea retirada de doações na casa das pessoas. São aceitos roupas, móveis, eletrodomésticos, livros, eletrônicos, utensílios domésticos, entre outros. Os objetos precisam estar em bom estado de conservação. Eles são vendidos em bazares beneficentes.Com o dinheiro, o Exército de Salvação mantém abrigos para crianças, serviços educacionais e centros de apoio aos idosos. Os caminhões da organização atendem às seguintes cidades: Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Joinvile e, no estado de São Paulo, Barueri, Diadema, Osasco, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Paulo e São Vicente.

Divulgação

05-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Casas André Luiz

O conjunto de ambulatórios trata cerca de 1400 pessoas com deficiência intelectual todos os anos em São Paulo e Guarulhos (SP). É possível agendar pela internet a doação de móveis, roupas e eletrônicos, entre outros objetos. Os bazares ficam em São Paulo e região metropolitana, além das cidades de Campinas SP e Sorocaba SP.

Divulgação

06-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Unibes

A União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social apoia crianças, idosos, famílias e sobreviventes do holocausto em situação de vulnerabilidade social na cidade de São Paulo. Parte da sua renda vem de bazares no bairro do Bom Retiro. A organização aceita móveis, objetos de decoração e eletrônicos, além de roupas e outros objetos.

COMPRAS FÍSICAS

Divulgação

07-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Móveis usados net

Esse site mostra móveis de 32 lojas nos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A plataforma dá o endereço das lojas e permite oferecer pela internet os móveis para as lojas físicas.

Divulgação

08-sites-para-comprar-vender-e-doar-moveis-usados-sem-sair-de-casa

Família Vende Tudo Brasil

Vai se mudar e quer deixar a mobília para trás? Essa empresa vende de tudo o que está dentro de casa. A FVT avalia o valor de cada peça e oferece um evento com a proteção da seguradora. Os eventos acontecem no país todo e são divulgados pelo site. A empresa fica com 20% do valor. Quem quiser vender menos móveis pode anunciar naloja online.

Curta o CASA.COM.BR no Facebook

-->