Prateleiras, nichos e bancadas feitas com placas de gesso

O drywall pode ser um substituto da marcenaria para vários móveis da sala e do quarto

O drywall também se mostra eficiente como substituto da marcenaria – ou combinado a ela – na composição de estantes e prateleiras. A sua fixação na parede e a de vários tipos de objetos, leves ou pesados, seguem critérios que garantem a mesma segurança da alvenaria comum. Segundo os fabricantes, peças de até 10 kg podem ser presas diretamente na placa de drywall. Se tiverem entre 10 e 18 kg, são instaladas nos perfis. Acima disso, recomenda-se aplicar um reforço (veja o quadro na pág. 33) para distribuir a carga. Nessa categoria estão incluídos bancadas de pedra, espelhos grandes com molduras metálicas e armários para livros ou louça, só para citar situações mais comuns. Cada montante suporta 18 kg e deve ser disposto no máximo a 40 cm de outro montante. Daí a importância de contar com um projeto personalizado e contratar mão de obra especializada. Há acessórios específicos para o drywall, como mostram as ilustrações ao lado.

Divulgação

1-drywall-quarto-prateleira

Nichos iluminados. De cada lado da cabeceira da cama, nichos estreitos e compridos de drywall iluminados com spots embutidos de dicroica abrigam objetos de pouco peso. “É uma forma de criar mais espaço no quarto, além da mesinha de cabeceira”, justifica a arquiteta paulista Patrícia Duarte.

 

Divulgação

2-drywall-sala-jantar-prateleira

Drywall como revestimento. As placas fixadas em guias recobrem um reforço de vigas metálicas, feito na parede estrutural, onde as arquitetas cariocas Melissa Prado e Camila Missura criaram uma abertura para o passa-pratos, integrando sala e cozinha.

 

Divulgação

4-drywall-prateleira

1. Bucha de expansão, fixada na placa. 2. Tipo basculante, instalado nos perfis. 3 .Reforço na parede para cargas de 30 kg ou mais.

Reforços resistentes. Há modelos de buchas, ganchos e parafusos específicos para cada tipo de fixação no sistema de drywall. As ilustrações abaixo mostram os acessórios usados para prender objetos e aguentar diferentes cargas.

 

Divulgação

3-drywall-bancada-prateleira

Bancada apoiada. Dividindo a sala com a cozinha, a bancada de MDF parece se fundir com a parede de drywall original do apartamento decorado pela arquiteta carioca Paloma Yamagata. “Como não é muito pesado, o móvel está preso nos perfis metálicos, sem reforços”, conta ela.

Curta o CASA.COM.BR no Facebook