Persianas e rolôs: uma seleção de modelos

Práticos, bonitos e protetores, persianas e rolôs são indispensáveis à casa para garantir privacidade, proteger móveis e pisos ou conferir conforto a home theaters e quartos. Pesquisamos os sistemas e materiais disponíveis no mercado e descobrimos modelos para todos os estilos. Escolha o tipo ideal para seus ambientes e saiba como fazê-lo durar. Conheça outros modelos de cortinas transparentes e vaporosas.

Reportagem Visual Edson G. Medeiros Texto Samira Almeida Fotos Luis Gomes

Divulgação
O arquiteto Marcelo Rosset escolheu a Silhouette, da Luxafl ex (Persianas DMS...
O arquiteto Marcelo Rosset escolheu a Silhouette, da Luxafl ex (Persianas DMS), com um xale de xantungue de seda do Empório Beraldin (execução da Ravissant) para esta sala. Poltronas da Firma Casa e sofá da Decameron.
.
Fechar

Suavizar os efeitos da incidência solar e isolar termicamente o ambiente não são os únicos benefícios das persianas. No caso das celulares, sua estrutura forma um colchão de ar entre cada camada, o que garante um ótimo desempenho acústico, minimizando até o barulho de fora. É, por isso, a melhor opção para quem quer controlar luz e ruídos dentro de casa. São feitas de tecido ou TNT e podem receber acabamento blecaute na parte interna única versão em que não é lavável. De acordo com Nazaré Fehlauer, diretora da Arthur Décor, loja que revende a Luxaflex, as de TNT são mais porosas, o que não impede sua lavagem, mas diminui a durabilidade. Elas têm um tempo de vida um pouco menor e, por isso, recomendo a lavagem com ondas ultrassônicas, mais profunda, alerta. Mix de dois sistemas, o modelo com aletas de tecido fixas entre dois painéis do mesmo material é perfeito para quem quer proteção e deseja entrever a paisagem. Quando as aletas são horizontais, o recolhimento é do tipo rolô. Já quando as peças são verticais, ele é semelhante ao de uma cortina tradicional.

Rolô: prático e contemporâneo É o visual limpo e a boa vedação que chamam a atenção nas persianas do tipo rolô. Feitas de tela solar para proteger do sol sem roubar a vista ou de tecido, esses modelos permitem desde uma cobertura suave e transparente da janela até o fechamento total, com sistema blecaute. Podem ficar esticados, à meia altura ou totalmente recolhidos no rolo superior. Além disso, os materiais têm diferentes graus de proteção e visibilidade. Um exemplo é o Termoscreen, tela solar da Uniflex, que assegura conforto térmico semelhante ao das persianas celulares, segundo Dennis Carvalho, diretor da Worldecor (uma revenda da marca). Trabalhamos com várias aberturas, de 1 a 20%, que permitem ver mais ou menos o exterior. A tela segura até 96% dos raios UV, que estragam móveis, pisos e tecidos.

Romana: visual clássico O desenho tradicional das persianas romanas agrada tanto aos clássicos como aos contemporâneos e combina com diversos estilos de decoração, permitindo um visual uniforme, quando fechada, e charmosamente dobrado na horizontal, quando retraída. Dennis Carvalho, da Worldecor, chama a atenção, no entanto, à adequação do modelo. Se a janela abre para dentro, prefira a do tipo rolô, que produz menos volume do que a romana ao ser recolhida, ensina. Para esse tipo de persiana, é possível usar tecidos com base de poliéster, telas solares e até fibras naturais. Essa diversidade de tramas possíveis faz das romanas um curinga: podem ser apenas decorativas ou proteger móveis e pisos.

Naturais: toque agradável Quem gosta de fibras naturais também pode adotá-las nas janelas. Mas esse material exige cuidados de manuseio para não enroscar e limpeza especial, além da instalação em locais não sujeitos à umidade. Kelley White, diretor da Arquias, disponibiliza em torno de 32 tramas para o sistema romano. De acordo com ele, escolher o material certo faz toda a diferença: Em ambientes muito ensolarados, recomendo fibras mais resistentes, como a palha natural, porque as tingidas com tinta vegetal desbotam. Já as de seda são sensíveis e vão melhor em janelas sem tanta incidência. Quando o material não tem boa resistência aos raios, a solução é combinar à persiana um rolô blecaute. Fechadas, essas persianas escurecem e protegem bem os ambientes, pois suas peças são opacas.

Novidades do mercado Quem busca ideias novas encontra modelos com aletas duplas, perfuradas (que possibilitam ver o exterior) e até rolôs que embutem no mesmo painel diferentes tramas.

Curta CASA CLAUDIA no Facebook

-->