Limpezas na cozinha

Qual a melhor maneira de conservar os revestimentos de piso, parede, bancada e armários? Confira as dicas de fabricantes para não encurtar a vida útil dos materiais e preservar sua beleza por mais tempo.

Da Redação

Como limpar...

Pisos e paredes

Armários

Eletrodomésticos

Pias e bancadas

Pisos e paredes

Os fabricantes são unânimes em afirmar que a melhor maneira de limpar e conservar cerâmica, porcelanato, ladrilho hidráulico e pastilhas de vidro de paredes e pisos é limpar com sabão neutro e água. Boas opções são detergente, sabão de coco e produtos multiúso para cozinha. "Mas eles não podem ter base alcalina ou ácida em sua composição, como ácidos clorídrico, sulfídrico e oxálico", diz Ocirã Franco, gerente de assistência técnica da Portobello. Componentes abrasivos deixam o revestimento poroso e mais suscetível a manchas. Por isso, Ocirã enfatiza que não se deve usar ácido muriático e tira-manchas. "Na hora, ele limpa o encardido ou uma mancha mais difícil e a dona da casa não percebe que o produto deixou o revestimento poroso. Aí ele mancha cada vez mais e a moradora continua repetindo o processo, estragando o revestimento." Esses produtos também devem ficar longe do ladrilho hidráulico, que é muito poroso. "Quanto mais usado, mais o ladrilho fica protegido porque ganha polimento natural", explica Zilton Michiles, gerente da Ornato Nossa Senhora da Penha.

Divulgação

Se você tiver dúvidas sobre o tipo de produto a ser usado, converse com o S...
Se você tiver dúvidas sobre o tipo de produto a ser usado, converse com o SAC do fabricante do revestimento.

Dicas práticas

• O ladrilho hidráulico deve ser impermeabilizado com resina acrílica à base de água e óleo hidrorrepelente. Seis meses depois, recebe o mesmo tratamento ou cera acrílica.

• Se o rejunte de pastilhas de vidro estiver encardido, limpe com um produto específico pós-obra, conforme orientação do fabricante da pastilha. A limpeza cotidiana com água e sabão pede uma boa esfregação para evitar acúmulo de sujeira.

• Saponáceo cremoso e escova de náilon são boa alternativa para a limpeza periódica de cerâmicas e porcelanatos e do rejunte mais encardido.

• Sempre que um molho, azeite ou bebida escura caírem no piso, limpe na hora com água e sabão e enxugue.

Armários

O melhor material para revestir armários de cozinha é o laminado, que tem uma superfície de resina melamínica. Além de ser impermeável, é fácil de conservar observando regras básicas: "Não limpe com produtos abrasivos porque desgastam a camada melamínica, deixando-a porosa. Também não use a parte verde da esponja nem palha de aço, para evitar riscos", ensina José Epaminondas Bonetti, gerente de desenvolvimento do produto da Kitchens. Então, pano úmido e sabão neutro são a opção correta para a limpeza. Há quem goste de armários de madeira, mas o material não é muito indicado para cozinhas devido a sua porosidade e facilidade de manchar. "Madeira vai bem em espaços de gourmet, que não são de uso diário. Mesmo assim, é preciso cuidado", alerta Wilson Attuy, proprietário da marcenaria Forma Line (SP).

Divulgação

Além da facilidade de limpar, a vantagem do laminado está na oferta de padr...
Além da facilidade de limpar, a vantagem do laminado está na oferta de padrões: dos tons neutros à madeira e ao inox.

Dicas práticas

• Caso a superfície do armário esteja muito engordurada, use água morna com sabão neutro ou um produto multiúso.

• Produtos à base de cloro-ativo são abrasivos e capazes de prejudicar a melamina do laminado.

• Manchas de ferrugem podem ser limpas com um pouco de solvente de tinta, mas o produto desgasta a melamina.

Eletrodomésticos

Fogões, refrigeradores, freezers e lava-louças da linha branca ou prata pedem cuidados de limpeza semelhantes. Itens básicos são pano ou esponja amarela e sabão neutro ou produtos multiúso sem componentes abrasivos. "Álcool, amoníaco e removedores de qualquer natureza podem danificar as partes plásticas e a pintura", diz Francisco Bruniera, gerente de Suporte Técnico da Área de Serviços da Brastemp. Fuja também das palhas de aço, pois riscam a tinta e o inox. A exceção para seu uso é limpar queimadores e grades do fogão, que, por serem de alumínio, não riscam. "Produtos com cloro tiram os desenhos do painel de fogões e lava-louças", avisa Bruniera, explicando que o amarelecimento de algumas partes plásticas dos eletrodomésticos não ocorre por mau uso, mas devido aos efeitos das luzes natural e fluorescente.

Divulgação

Nunca use palha de aço na linha prata porque o material risca o aço inox. L...
Nunca use palha de aço na linha prata porque o material risca o aço inox. Limpe com água e sabão neutro e enxugue.

Dicas práticas

• A limpeza da parte de trás de refrigeradores e freezers deve ser feita com espanador ou aspirador para tirar o pó.

• Esponja áspera, palha de aço e sapólio em pó riscam o tampo do fogão e os eletrodomésticos da linha prata.

• Quando um líquido cair no tampo do fogão, limpe o quanto antes para não manchar.

Pias e bancadas

Granito e aço inox são os materiais mais empregados em bancadas de pias e na cuba, geralmente de inox. Embora resistentes, requerem atenção: palha de aço no inox nem pensar porque risca. "Com o tempo, o inox ganha uma camada protetora natural e basta limpar com detergente neutro e esponja, esfregando-a no sentido do escovamento do metal", explica Christian Kadow, diretor comercial da Mekal. O granito é poroso e pede aplicação de hidrorrepelentes para ficar mais impermeável. "Quem preferir bancada com brilho pode usar produtos revitalizantes vendidos em home centers", diz Tarcísio Sevegnani, gerente da marmoraria Granistillo (SP). Outras opções para bancadas são o Silestone (aglomerado de quartzo e resina de poliéster) e o Corian (composto de minerais e acrílico). São impermeáveis e não porosos, por isso muito higiênicos. "O Silestone contém Microban, que impede a proliferação de bactérias", explica Matheus Hruschka, gerente de Marketing da Silestone do Brasil. Se riscarem, podem ser polidos, o que aumenta sua vida útil. Na hora de limpar: água e sabão neutro.

Divulgação

Granito e aço inox: combinação básica e fácil de limpar e conservar. Bas...
Granito e aço inox: combinação básica e fácil de limpar e conservar. Bastam esponja com água e detergente neutro.

Dicas práticas

• Em geral, a água encanada contém muito cloro, aumentando a chance de manchar a bancada de inox. Por isso, é importante mantê-la seca.

• Componentes ácidos prejudicam o inox, daí os de base neutra serem a opção para evitar manchas.

• Panela quente pode manchar e marcar o Corian e o Silestone. Para restaurar, é preciso polir o material.

• Produtos de limpeza à base de cloro e com pH maior do que 10 tiram o brilho do Silestone.

• Ácido muriático deixa o granito mais poroso e suscetível a manchas. Além disso, o produto pode reagir com o ferro da pedra, facilitando o surgimento de ferrugem.

Palavra de quem entende

Ao planejar ou reformar a cozinha, escolha os materiais pela praticidade. "Pastilhas de vidro são uma boa solução em ambientes com recortes", diz o arquiteto Ricardo Miura. Para driblar o escurecimento do rejunte, opte por cerâmica com borda retificada. "Ela não tem aquela curva costumeira e uma placa quase encosta na outra", explica Carla Yassuda, parceira de Miura. Para o piso, a dupla indica o porcenalato, pois tem diferentes tamanhos e permite uma paginação diferenciada. Nas paredes, sugerem uma faixa de aço inox atrás do fogão. "É fácil limpar e dá bossa à cozinha", diz Miura. Outra dica é fazer meia parede com revestimento e o restante com pintura. "Tintas acrílicas acetinadas ou epóxi são ideais. Limpam só com água e sabão neutro", afirma Mateo Lazzarin, gerente do Laboratório de Desenvolvimento da Coral.

Divulgação

Um título para uma foto sem titulo

Curta o CASA.COM.BR no Facebook