Horta comunitária ocupa praça de 800 m² em São Paulo

Moradores e voluntários cuidam e administram a horta comunitária em praça de São Paulo

Reportagem Visual Zizi Carderari

Manu Oristanio

01-horta-comunitaria-ocupa-praca-de-800-m2-sao-paulo

Os canteiros com cebolinha, tomilho, berinjela, abóbora e milho não estão em uma chácara longe do burburinho urbano. Estão em plena metrópole: a Horta das Corujas ocupa 800 m² da Pça. Dolores Ibarruri, na Vila Beatriz, bairro de São Paulo. Inspirados por um curso de agricultura urbana, dado pelas jornalistas Tatiana Achcar e Claudia Visoni, alguns moradores decidiram pôr as mãos na terra. “A primeiro passo foi pedir autorização à prefeitura”, conta Madalena Buzzo (de azul, na foto), uma das voluntárias. A horta é tocada por mutirões nos fins de semana. “Temos ainda um grupo mais engajado, que trabalha nos canteiros uma hora por dia, em revezamento.” Todos podem colher a produção desde que sigam as regras explicadas no site Horta das Corujas. “O melhor é a mobilização em torno da questão ambiental e do uso do espaço público”, diz Madalena.

Manu Oristanio

02-horta-comunitaria-ocupa-praca-de-800-m2-sao-paulo

 

 

 

 

Curta CASA CLAUDIA no Facebook