Fachadas comentadas por Gustavo Calazans

Dizem por aí que a primeira impressão é a que fica. Em casa não poderia ser diferente. A fachada é o primeiro detalhe que se vê, por isso é importante que ela esteja em harmonia. O arquiteto Gustavo Calazans analisou 20 fachadas de casas de internautas e deu muitas dicas valiosas

Divulgação

Um título para uma foto sem titulo

Queridos internautas,

Recebi o honroso convite de comentar algumas fachadas postadas na seção Mostre sua Casa. Na minha prática profissional tenho percebido o quão delicado é adentramos o universo particular do outro - apesar de que no geral o faço sendo convidado. Nesta proposta do Casa.com.br há um complicador, pois estou dando minha opinião profissional onde não fui chamado. Isto é muito mais difícil, com certeza. Em primeiro lugar, porque estou avaliando pequenas fotos que me foram enviadas, não tendo acesso à totalidade da obra - principalmente no quesito fachada, ter noção de conjunto é fundamental; em segundo lugar, porque se tenho um dever para com o internauta que postou a imagem e espera uma palavra amiga, tenho também a responsabilidade de colaborar com todos os demais que buscam no site Casa.com.br informações e idéias de como melhorar suas casas. Peço, dessa forma, que não fiquem chateados com possíveis críticas, as fiz no intuito de colaborar com todos. Sempre com a filosofia de que o que existe deve ser ao máximo preservado, pensando em soluções simples que muitas vezes representam uma melhora sensível na aparência das casas avaliadas. Assim, nosso planeta agradece! E todos nós vivemos em casas mais bonitas.

Espero que os meus comentários sejam úteis a todos.

Abraço,

Gustavo Calazans

A consultora de Feng Shui Mariângela Pagano analisou a harmonia de 20 salas e a arquiteta Brunete Fraccaroli diz se as cores de outras 20 salas estão corretas.

Divulgação
Olá Rita, Sua casa tem uma atmosfera muito gostosa e isso está expresso...
Olá Rita, Sua casa tem uma atmosfera muito gostosa e isso está expresso por esta foto. Daí, talvez, a sua resistência em mudar a cor da fachada. A escolha de cores é muito particular, tem a ver com o seu universo interior, suas histórias e vivências. Azuis para mim, por exemplo, são um pouco frios. Penso que um tom mais quente poderia dar mais vida à sua casa. Tenho desenvolvido uma teoria de cores inomináveis  aquelas que não têm nome e, portanto, nos cansam menos. Talvez algo inspirado na terracota fosse uma boa pedida. E me deu vontade de ver plantas mais frondosas, uma espreguiçadeira de madeira ou bambu. Um pouco mais de calor na sua casa a deixaria irresistível!
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook