Dúplex em Porto Alegre com ambientes integrados

Os moradores deste dúplex adoram abrir a casa para os amigos. Com ambientes integrados e materiais aconchegantes, a reforma do espaço traduziu esse estilo de vida.

Reportagem Visual Paulo Lagreca | Texto Liliane Oraggio | Fotos Marcelo Curia | Ilustração Carlos Campoy

Os publicitários Lara Piccoli e Fábio Bernardi estão juntos há oito anos. Quando surgiu o desejo de aumentar a família, o antigo apartamento fcou pequeno demais. Era hora de fazer um ninho. “Foram nove meses de busca. Não sossegamos até encontrar um lugar espaçoso e aconchegante, que se encaixasse no nosso jeito de viver”, conta a moradora. “Escolhemos este dúplex no bairro de Moinhos de Vento, a dez minutos de nossa agência. Temos acesso ao que há de mais charmoso na cidade e fazemos tudo a pé.” Para remodelar o imóvel, Lara e Fábio convidaram outro casal, os arquitetos Ilse Lang e Trajano Straggiotti Silva.

Marcelo Curia

01-duplex-em-porto-alegre-com-ambientes-integrados
<p> Escada de madeira e vigas metálicas fazem o apartamento parecer uma escultura</p>
.
Fechar

Minimalismo cheio de vida

 

 

Evelyn Müller

saf-duplex-em-porto-alegre-com-ambientes-integrados

A arquiteta Ilse Lang conta como o projeto tornou o dúplex contemporâneo mais acolhedor.

 

Que características do casal definiram o estilo do apartamento?

Os dois trabalham muito e curtem tudo o que é relacionado à comunicação. Queriam um lugar contemporâneo e prático, sempre pronto a receber os amigos por longas horas à mesa, no calor da lareira ou para assistir a um bom filme na TV.

 

Originalmente, como era o imóvel?

Na planta de 170 m2, havia quatro quartos e poucas salas. Lara e Fábio queriam justamente o inverso: mais espaços de convivência e menos áreas de recolhimento.

 

Como resolveu a equação?

Trajano e eu derrubamos paredes e repensamos as funções dos ambientes. Um dos quatro quartos virou a sala de jantar, integrada ao estar. Até os momentos de trabalho acontecem num grande espaço aberto para a área social – o mezanino, de 23 m2, recheado com os livros do morador.

Curta CASA CLAUDIA no Facebook