Como usar cores e estampas em espaços pequenos

O hall de entrada, o vão abaixo da escada ou um corredor mais largo podem ser o canto perfeito para um décor mais ousado

Atualizado em

em CASA CLAUDIA

Muita gente costuma associar o uso de estampas e cores a espaços amplos. A dupla de designers Krista Nye Nicholas e Tami Ramsay pensam diferente. “Sempre consideramos os espaços pequenos, muitas vezes esquecidos, na integração com as áreas mais amplas, de uma maneira funcional e usando padronagens e cores”.

Reprodução | Martin Vecchio | Architectural Digest
1-como-usar-cores-e-estampas-em-espacos-pequenos

No hall de entrada desta casa, eles queriam manter o estilo Tudor, da arquitetura medieval, mas também dar um tom mais fresco e moderno. Uma mistura de padrões clássicos e contemporâneos na parede, cortina, sofá e almofadas ajuda a conseguir isso. O local acabou roubando a cena da casa e mostra que pequenas áreas podem ser forradas com estampas e cores.

Reprodução | Martin Vecchio | Architectural Digest
2-como-usar-cores-e-estampas-em-espacos-pequenos

Se você quer apostar em um décor divertido e descontraído para áreas normalmente abandonadas e sem graça, como o hall de entrada e corredores, veja as dicas a seguir:

Ouse

Não tenha medo. Vá com tudo e use cores vivas, mais de uma estampa e texturas diferentes. Às vezes, é mais fácil ousar em um espaço menor, do que em um ambiente mais amplo.

Harmonia e equilíbrio

Em espaços maiores, o olhar tem mais opções de lugares para descansar. Por isso, em ambientes pequenos, é importante equilibrar o uso de estampas e cores, fazendo com que a combinação seja harmoniosa e não frenética – quando a gente tem a sensação de ficar com dor de cabeça dentro de um ambiente.

Siga uma fórmula

Segundo os designers do Cloth & Kind, estampas em larga escala na parede, algo vintage e mais descontraído no chão e um quadro que conte uma história ou seja algo memorável para os moradores é um bom combo para apostar.

Escolha um cantinho da casa

Pode ser a entrada, um vão embaixo da escada ou algum outro espaço que esteja largado, sem uso e com décor nulo. Aposte no uso de padrões, cores e texturas e ele pode se tornar seu canto preferido na casa.

 

 

Fonte: Architectural Digest

Redação CASA CLAUDIA

rede mdemulher