Cinco escadas inspiradoras feitas de metal

Leves, fluidas e com desenhos inovadores, as escadas metálicas alcançam o status de escultura

Por Deborah Apsan (visual) e Letícia de Almeida Alves (texto) Design: Renata Rise Fotos: Eduardo Pozella

Elas costumam ocupar menos espaço do que escadas de alvenaria ou de concreto e interferem menos na circulação. Com degraus vazados ou feitos de chapas dobradas, formam desenhos limpos, delgados e contínuos. Mas, ainda que possam ser projetadas com muita liberdade, devem obedecer aos cálculos de geometria dos degraus. Eles levam em conta o desnível entre os pavimentos, a profundidade mínima das pisadas e a altura máxima do espelho. "As dimensões, estabelecidas pelo código de obras de cada município, variam pouco. Em São Paulo, elas são de 25 e 19 cm, respectivamente", informa Adriana Camargo de Brito, arquiteta do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT).

Divulgação
Moldada por um ferreiro, esta escada de três lances apoia-se num tubo centra...
Moldada por um ferreiro, esta escada de três lances apoia-se num tubo central, fixo em três pontos, "que são a viga do andar superior, a parede e o piso de concreto do térreo", explica o arquiteto paraguaio Javier Corvalan, autor desta casa perto de Assunção. Chapas dobradas constituem degraus de 110 x 17 cm, espelhos e patamares. Tirantes tubulares verticais estabilizam o conjunto.
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook

-->