Casa pequena, alugada e térrea com decoração descolada

Uma reforma bem focada rejuvenesceu a casa de 98 m² que a empresária Renata Paternostro aluga. Na decoração, os móveis de design ajudam a compor o clima descontraído.

Atualizado em

em CASA CLAUDIA

O desejo de morar no bairro em que passou a infância fez Renata Paternostro bater na porta de uma casa com fachada maltratada, mas onde havia uma placa de “aluga-se”. Depois de cinco anos no Rio de Janeiro, a administradora, de 29 anos, voltava para a São Paulo natal. “Pedi ao designer de interiores Francisco Cálio uma reforma econômica, pois seria uma morada temporária.” Ele apostou especialmente na mistura das cores branco, preto e cinza. “Ficou uma casa com cara de galeria. Salta aos olhos o belo design das peças que Renata já possuía”, diz ele. O designer pintou desde o portão (era verde, ficou preto) e os tijolinhos da fachada até piso e portas de armários. Outro trunfo do projeto foi adaptar alguns móveis para novos usos, como um rack de TV, que se transformou em armário de cozinha. “Uma casa aconchegante tem a história da gente em cada detalhe”, acredita Renata.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

Reportagem Visual Zizi Carderari | Texto Cláudia Nogueira | Fotos Marco Antonio | Ilustração Carlos Campoy