Casa em Búzios: pequena, toda aberta e ventilada

No alto de um morro, longe da badalação, esta casa de 150 m2 reproduz o traço simples das casas de pescador.

Reportagem Simone Raitzik (visual e texto) | Design Renata Rise | Fotos André Nazareth | Ilustração Campoy Estúdio

André Nazareth

casa-em-buzios-pequena-ventilada

Morador do balneário fuminense de Búzios desde criança, o empresário Santiago Bebianno a conhece como poucos. Desbravador das praias mais desertas, surfsta e fã de um bom mergulho, ele procurou, por vários anos, o terreno ideal para construir seu canto. “Queria um espaço só meu, um terreno alto, isolado, mas perto da vila, com brisa constante e paisagem em volta, além da vista do pôr do sol. Foi tarefa árdua”, lembra ele. O local tão sonhado se materializou num lote no caminho da praia da Ferradura. E assim, há quatro anos, a história deste lindo quarto e sala começou a ser escrita sob a batuta do escritório Das Canoas.

André Nazareth

01-casa-em-buzios-pequena-ventilada
<p> Fachada da casa em Búzios</p>
.
Fechar

Dividida em módulos, a construção pôde acontecer aos poucos, respeitando o orçamento contido – e também porque Santiago deixou claro que não tinha pressa. “Preferia ir sentindo o local. Quando me mudei, só havia o meu quarto e o banheiro prontos. No restante da casa, existia a base, ou seja, a laje do piso já delimitada e concretada. Nem eletricidade tinha ainda. Eu vivia à luz de velas e fquei assim por quatro meses, esperando a instalação dos cabos. Mas adorava estar ali”, conta ele. A obra se desenrolou durante um ano, com mão de obra e matérias-primas locais. “O estilo que Santiago nos pediu era muito simples, com acabamento rústico e jeito de casa de pescador. Por isso privilegiamos madeira nas esquadrias e cimentado na bancada e no piso da suíte. O objetivo era que tudo fosse claro, arejado e fácil de manter. Para usar e relaxar”, afrma a arquiteta Bebel Mascarenhas.

Curta o CASA.COM.BR no Facebook

-->