As boas ideias de cinco piscinas

Lazer turbinado: para divertir toda a família e arrancar elogios dos convidados, as piscinas viraram clubes aquáticos

Atualizado em

em Casa.com.br

Nestes cinco projetos, veja 14 boas sugestões para criar spa com hidromassagem, raia, prainha, bordas infinitas e degraus submersos. O primeiro projeto está quase no nível da praia, o segundo privilegia a natação, o terceiro é integrado à natureza, o quarto tem um fundo vermelho e o quinto é revestido de vinil. Depois de tanta inspiração você resolveu colocar o plano de ter uma piscina em prática? Então, selecione mais ideias com outros projetos que separamos para você.

Na linha do horizonte

Esta piscina em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, se confunde com o mar. A arquiteta Selma Tammaro conseguiu a integração ao construí-la quase no nível da praia e apostar numa borda infinita. Revestido de pastilhas de vidro azuis (H&T Cerâmica), o tanque de concreto armado tem medidas generosas: 28 x 9 m e 1,50 m profundidade. Mas nenhuma área foi desperdiçada, já que a arquiteta distribuiu os pontos de atração, caso da prainha e do spa. Para a borda, ela elegeu o mármore apicoado, acabamento feito com um martelo e uma ponteira que torna a superfície irregular e antiderrapante.

Divulgação
Um título para uma foto sem titulo

Divulgação
O spa (2,50 m de diâmetro) tem oito jatos de hidromassagem e está 0,50 m acima da piscina. Selma inclinou o assento e o encosto 5 cm para deixá-los mais confortáveis.
O spa (2,50 m de diâmetro) tem oito jatos de hidromassagem e está 0,50 m acima da piscina. Selma inclinou o assento e o encosto 5 cm para deixá-los mais confortáveis.
Divulgação
O canto chanfrado (borda infinita) fica coberto pela água, que transborda numa calha escondida de 1,20 m de profundidade. Ela capta a água, que passa por um filtro antes de voltar ao tanque.
O canto chanfrado (borda infinita) fica coberto pela água, que transborda numa calha escondida de 1,20 m de profundidade. Ela capta a água, que passa por um filtro antes de voltar ao tanque.
Divulgação
A prainha, de 0,25 m de profundidade, permite molhar só os pés ou apoiar cadeiras. Nesse trecho, os tozetos de mármore azul (Itaarte) se destacam das pastilhas de vidro azuis.
A prainha, de 0,25 m de profundidade, permite molhar só os pés ou apoiar cadeiras. Nesse trecho, os tozetos de mármore azul (Itaarte) se destacam das pastilhas de vidro azuis.

 

Esporte e relax em sintonia

A natação é um dos hobbies do dono desta casa em Laranjeiras, no litoral fluminense. Por isso, o escritório paulistano Fernando Sá Arquitetura tornou a raia a vedete da área de lazer. Além dessa atração, há um spa relaxante para oito pessoas, ambos construídos de concreto armado e pastilhas cerâmicas no tom azul-viscaya 5 x 5 cm (ref. JD4810, da Jatobá). Na outra extremidade, os arquitetos levaram a água até o ambiente da churrasqueira. "Assim, ninguém fica isolado", justifica Fernando.

Divulgação
Um título para uma foto sem titulo

Divulgação
No fundo da raia (18,50 x 2,60 m e 1,30 m de profundidade), uma faixa de pastilhas mais claras orienta o nadador.
No fundo da raia (18,50 x 2,60 m e 1,30 m de profundidade), uma faixa de pastilhas mais claras orienta o nadador.
Divulgação
Usados também como bancos, os degraus submersos têm desnível de 0,20 m entre cada um e trazem as mesmas placas cimentícias (Grécia, da Pietra) das bordas.
Usados também como bancos, os degraus submersos têm desnível de 0,20 m entre cada um e trazem as mesmas placas cimentícias (Grécia, da Pietra) das bordas.
Divulgação
Na lateral direita, a diversão é mergulhar sob este deck e chegar à churrasqueira. As ripas de cumaru (OMK) foram presas numa ferragem parafusada na borda.
Na lateral direita, a diversão é mergulhar sob este deck e chegar à churrasqueira. As ripas de cumaru (OMK) foram presas numa ferragem parafusada na borda.
Divulgação
Do outro lado, está o spa (2,90 x 2,90 m) com seis jatos. Ele dispõe de um sistema de aquecimento de água (trocador de calor, da Equipágua) separado da piscina, que possibilita usá-lo isoladamente.
Do outro lado, está o spa (2,90 x 2,90 m) com seis jatos. Ele dispõe de um sistema de aquecimento de água (trocador de calor, da Equipágua) separado da piscina, que possibilita usá-lo isoladamente.

 

Emoldurada na natureza

O terreno em desnível e a mata ao fundo determinaram as formas desta piscina em Bragança Paulista, SP. O espelho d'água de 7 x 3 m se une ao trecho em curva de 3 x 9 m, com borda infinita e cascata. "Dentro da água, você se sente integrado à paisagem", explica o arquiteto Roberto de Pietro. O berço de concreto armado, com 1,60 m de profundidade, tem pastilhas de vidro (Jatobá) e borda de mármore travertino (Marmoraria Túlio). Nos pisos laterais em simetria, decks de ipê (Madrial).

Divulgação
Um título para uma foto sem titulo
Divulgação
A borda infinita tem o canto plano para que a água transborde em forma de cascata. Segundo o engenheiro paulista Roberto Majollo, da RC Construtora, empresa que executou esta piscina, o tanque de concreto e o assentamento das pastilhas precisam ser rigorosamente nivelados. ''Se houver diferença de milímetros, a água pode não derramar por igual'', alerta ele.
A borda infinita tem o canto plano para que a água transborde em forma de cascata. Segundo o engenheiro paulista Roberto Majollo, da RC Construtora, empresa que executou esta piscina, o tanque de concreto e o assentamento das pastilhas precisam ser rigorosamente nivelados. ''Se houver diferença de milímetros, a água pode não derramar por igual'', alerta ele.

 

Mergulho intenso

Jovens e descontraídos, os moradores deste sobrado em Mogi das Cruzes, SP, desejavam uma piscina diferente. "Ela precisava causar impacto e não poderia ser azul", conta a arquiteta Emília Fuke, que elegeu um acabamento de cor vibrante. Para criar contraste, o piso que vira borda é de deck de ipê frisado (Indusparquet). A raia de concreto armado, com 18,75 x 4,15 m e 1,30 m de profundidade, acompanha toda a extensão do jardim até entrar no salão de ginástica coberto.

Divulgação
Um título para uma foto sem titulo

Divulgação
Inteira vermelha, a piscina tem mosaicos de vidro (ref. 3950, Vidrotil) e rejunte flexível Pastimont (ref. PF021430, da Argamont) nessa cor.
Inteira vermelha, a piscina tem mosaicos de vidro (ref. 3950, Vidrotil) e rejunte flexível Pastimont (ref. PF021430, da Argamont) nessa cor.
Divulgação
Para os dias frios, a raia oferece um trecho coberto. Esse ambiente fica protegido do vento pelas portas de correr de PVC e vidro (Veneza Portas e Janelas).
Para os dias frios, a raia oferece um trecho coberto. Esse ambiente fica protegido do vento pelas portas de correr de PVC e vidro (Veneza Portas e Janelas).
Divulgação
As braçadas submersas não podiam causar claustrofobia. Por isso, a arquiteta incluiu na passarela de deck um trecho de vidro temperado 22 mm (Penha Vidros). Essa placa de 1,50 x 1,50 m foi fixada com silicone. Emília projetou uma prainha de 0,50 m de largura e 0,30 m de profundidade. Na entrada, há cinco degraus submersos com 0,15 m de profundidade cada um.
As braçadas submersas não podiam causar claustrofobia. Por isso, a arquiteta incluiu na passarela de deck um trecho de vidro temperado 22 mm (Penha Vidros). Essa placa de 1,50 x 1,50 m foi fixada com silicone. Emília projetou uma prainha de 0,50 m de largura e 0,30 m de profundidade. Na entrada, há cinco degraus submersos com 0,15 m de profundidade cada um.

 

Equilíbrio de formas e materiais

Neste refúgio em São Paulo, as refeições e as festas acontecem ao redor da piscina. Para agilizar a obra, a engenheira Alessandra Olivastro preferiu revesti-la de vinil (Sibrape) em vez de cerâmica. "Economizei 30% no custo da obra e ganhei cerca de 20 dias na execução", calcula ela. Esse material está na raia de 9 x 4 m e 1,50 m de profundidade e no spa. Nas bordas, a engenheira adotou placas cerâmicas boleadas (Canto Verde), que não machucam quando servem de banco. No restante do piso, deck de itaúba (Attrezzi Design).

Divulgação
Um título para uma foto sem titulo

Divulgação
Diferentemente da raia, o spa é circular e mede 2 m de diâmetro. Ele comporta até seis pessoas e tem dois desníveis de 0,50 m de profundidade.
Diferentemente da raia, o spa é circular e mede 2 m de diâmetro. Ele comporta até seis pessoas e tem dois desníveis de 0,50 m de profundidade.
Divulgação
A faixa escura é a prainha de 0,20 m de profundidade, onde Alessandra usou mosaicos de vidro (Vidrotil) – o fabricante do vinil só o indica para áreas de no mínimo 0,40 m de profundidade. ''Sem o peso da água, ele pode subir'', diz José Augusto Accorsi, assistente técnico da Sibrape. ''Mas isso não ocorre em spas, pois o vinil fica preso junto dos jatos de hidromassagem'', completa.
A faixa escura é a prainha de 0,20 m de profundidade, onde Alessandra usou mosaicos de vidro (Vidrotil) – o fabricante do vinil só o indica para áreas de no mínimo 0,40 m de profundidade. ''Sem o peso da água, ele pode subir'', diz José Augusto Accorsi, assistente técnico da Sibrape. ''Mas isso não ocorre em spas, pois o vinil fica preso junto dos jatos de hidromassagem'', completa.

 

Por Danilo Costa, Edson G. Medeiros e Rosele Martins Fotos: André Fortes