Aprenda a fazer instalação elétrica aparente

Exibir o caminho da eletricidade evita quebra-quebra, mas exige planejamento

Reportagem visual Carolina Diniz | Foto Levi Mendes Jr.

Assim que começaram a reformar este galpão, os arquitetos Mauricio Lamosa e Flávio Borsato, nomes por trás do Estudiobola, descobriram lindas paredes de tijolo maciço. A opção por mantê-las à mostra inspirou uma saída prática para a estrutura elétrica, sem criar cicatrizes na alvenaria: deixá-la aparente em conduítes de aço galvanizado (Inova Materiais Elétricos). “É fundamental criar um layout detalhado, prevendo pontos de interruptores, tomadas e terminações. Conte com a ajuda de um eletricista experiente”, orienta Mauricio. Mais tarde, se houver necessidade, é fácil acrescentar tomadas ou interruptores. “Isso compensa o custo do material, que não é tão barato”, complementa.

Levi Mendes Jr.

01-aprenda-a-fazer-instalacao-eletrica-aparente

1 - Distribuição acertada: a quantidade de interruptores e tomadas – assim como os pontos onde serão instalados – demanda estudo por parte do arquiteto e do eletricista. Neste projeto, eles estão em intervalos de 4 m.

2 - Complementos liberados: a caixa de controle do alarme de segurança fica próxima dos interruptores, como um acessório, e pode dividir espaço com os fios elétricos tranquilamente.

3 - Dados independentes: a fiação para o transporte de dados (telefone e internet) não deve ser misturada à da elétrica. Aqui, ela ganhou um conduíte exclusivo, paralelo ao da eletricidade, o que facilita o acesso em caso de manutenção.

Curta o CASA.COM.BR no Facebook