Apartamento pequeno: 65 m² coloridos e descolados

Quem disse que espaços pequenos devem ser brancos? Este apartamento cheio de cor mostra o contrário. Aqui, é a decoração viva que faz tudo parecer maior

Atualizado em

em CASA CLAUDIA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

Não há recurso mais poderoso do que a cor para acender uma decoração. Se ela puder ser valorizada por farta luz natural, tanto melhor. Essa combinação é o grande acerto deste projeto, assinado pela arquiteta e designer Adriana Yazbek. “Depois da reforma, o apartamento se transformou em uma piscina de luz”, comenta ela. Os cômodos compartimentados e escuros perderam paredes e revelaram as grandes janelas. Da planta original, sobrou pouco: Adriana abriu um dos dois quartos e o integrou à sala, organizando ali o escritório. O outro, principal, trocou a porta por uma cortina. Já o piso foi todo substituído: tacos palito de cumaru cobrem as áreas secas, enquanto o cimento azul faz da cozinha um ambiente especial.

Rosana Biral
Adriana Yazbek
Adriana Yazbek

Sem medo de misturar

A arquiteta Adriana Yazbek dá dicas para quem quer deixar de lado a neutralidade. Existe um jeito certo de usar cores?

Há duas diretrizes básicas: o tom sobre tom ou uma paleta bem contrastante. Em qualquer caso, é fundamental que o ambiente seja bem iluminado.

Como perder o receio de colorir a casa?

Muitas pessoas ainda apostam nos brancos e beges com medo de enjoar. Mas os tons neutros também enjoam. Uma única parede colorida já qualifica o espaço de forma surpreendente. Para não errar, faça um teste com seus tons preferidos, pintando quadrados de 80 x 80 cm. Deixe cerca de 20 cm entre eles para que uma cor não interfira na outra.

 

 

 

 

Reportagem Visual Tiago Cappi | Texto Cristina Dantas | Fotos Marco Antonio | Ilustração Carlos Campoy