Apartamento de 70 m² investe em estante para dividir ambientes

O casal de arquitetos escolheu morar num apartamento sem paredes internas. A única fronteira entre sala e quarto é um móvel construído com caixotes plásticos.

em CASA CLAUDIA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

Neste apartamento, em São Paulo, o único ambiente fechado com paredes é o banheiro usado como lavabo. Os outros são integrados e sem portas, inclusive a suíte. Quando Paula Sertório e Victor Paixão, os moradores e arquitetos do projeto, chamam os amigos para uma festa (sempre lotada), as pessoas se espalham por todos os lados, sem que a sensação de perder a privacidade apareça. O casal tirou da experiência de morar em ambientes abertos uma lição valiosa – viver com menos. “Como quase não há armários fechados para entulharmos de coisas, fazemos o exercício de não acumular mais do que precisamos”, explica Paula. Há somente uma interferência visual entre sala e quarto: a estante vermelha, composta de caixas de feira amarradas entre si.

Empolgado com a criação de seu primeiro apartamento, o casal tirou do papel alguns desejos. Paula não abria mão da banheira, ainda mais por causa do caixilho baixinho da suíte, que propicia uma vista incrível. Já Victor fazia questão de um sofá bonito e, ao mesmo tempo, confortável. “Depois de uma busca intensa, encontrei a peça ideal, mas resolvi voltar no dia seguinte para testar e ter certeza de que não estava influenciado pelo cansaço”, diz. Outra área elaborada com carinho é a cozinha, que recebeu bancadas amplas e um amarelo chamativo nos armários superiores – pensados em quantidade suficiente para guardar o essencial ao dia a dia. “Fui comprando os eletrodomésticos conforme precisava deles”, conta a arquiteta.

Reportagem Visual Olivia Canato | Texto Nádia Simonelli | Fotos Marco Antonio | Ilustração Carlos Campoy