5 coisas que você precisa saber sobre o Museu da Gente Sergipana

O Museu de Gente Sergipana é novo e seu acervo resgata hábitos, cultura, culinária, natureza e folclore do estado. 

Da redação

Divulgação

06 museu-da-gente-sergipana

Inaugurado em 2011, no antigo Ateneuzinho, construção de estilo eclético do início do século 20, no centro histórico de Aracaju, o museu multimídia propõe uma viagem virtual por hábitos, cultura, culinária, natureza e folclore do estado. É uma criação do Instituto Banese e do governo de Sergipe.

1. Assinado pelo escritório Ágora Arquitetos, o projeto ganhou o prêmio O Melhor da Arquitetura 2012, da revista ARQUITETURA & CONSTRUÇÃO, na categoria Restauro.

Divulgação

08 museu-da-gente-sergipana

2. Em Nossas Festas, uma das atrações interativas do museu, o visitante pode brincar de amarelinha, (ou macacão, como é chamada em Aracaju) enquanto assiste a vídeos de festejos populares, como reisado, chegança, a festa do vaqueiro e a do Senhor dos Passos.

 

3. Ao girar, um carrossel aciona a exibição de imagens em 270º de algumas das principais praças do estado – o espaço público é muito valorizado pelos sergipanos.

Divulgação

09 museu-da-gente-sergipana

4. “Esse museu reúne o mais valioso dos acervos: a beleza da identidade cultural de um povo”, afrma o curador, Marcello Dantas.

 

Divulgação

07 museu-da-gente-sergipana

5. Na ala Nossos Leitos, o visitante viaja de barco por um túnel com projeções em 360° de ambientes naturais: praia, agreste, mangue, sertão e mata Atlântica.

Curta CASA CLAUDIA no Facebook