Casa Created with Sketch.

Uma casa iluminada

Generosas aberturas exploram a luz natural, envolvem o pequeno jardim e pontuam o desenho fluido desta moradia concebida para o bem viver.

Esta construção tem um traço moderno, mas a inspiração é romântica.Idealizada para ser pequena o suficiente para a proprietária não se sentir sozinha, mas grande o bastante para receber os filhos e os amigos com conforto, a casa ganhou uma área social privilegiada no andar térreo. Voltada para o azul-cobalto da piscina, é a materialização do sonho de uma vida inteira. Eu queria ter o jardim sempre à vista, ouvir os passarinhos e jamais acender a luz durante o dia, diz Maria Aparecida. Desses desejos confessos nasceu a moradia translúcida, cheia de claridade natural, marcada por traços a um só tempo fortes e discretos, usados para delinear ambientes sem barreiras visuais. Em busca de funcionalidade, estar, cozinha e varanda estão praticamente interligadas. Outro trunfo da arquitetura, o mix bem dosado dos materiais garante tom contemporâneo ao projeto.

Traços afinados

 

O projeto se apropriou do terreno de 771 m² para criar ambientes espaçosos voltados ao bem-estar. Veja como o jardim (Flávia Madureira e Cláudia Freitas) envolve toda a área social e reverencia o desejo da moradora de se cercar de verde. Na área íntima, no andar superior, a arquiteta Paula Mattar lançou mão de três suítes com closets.

Cozinha e varanda celebram o desejo da moradora de vivenciar os prazeres simples da vida, como preparar saborosos almoços para convidados muito queridos. Anfitriã de primeira linha e fã de gastronomia, ela imaginou um ambiente gostoso de ficar e bonito de olhar. Para atender ao pedido, a arquiteta Paula Mattar usou a mesma imbuia de demolição do piso da sala, trazida de Minas Gerais, no balcão de apoio e em parte das paredes. A composição garantiu a atmosfera aconchegante que tanto agrada à família e aos amigos. Todos os encontros são especiais nesta casa, diz Maria Aparecida. Em dias ensolarados ou em noites estreladas, as animadas reuniões acontecem na varanda, ao redor do forno de pizza, da churrasqueira e da chopeira.

Fachada

 

Erguida em cenário privilegiado, numa rua fechada de São Paulo, a casa é vizinha de um bosque particular. Em comunhão com essa natureza vibrante, o layout previu amplas aberturas na suíte e no banheiro do casal para deixar o verde entrar e assim reforçar os contornos sensoriais do projeto. Aqui, cada detalhe foi pensado para estimular os sentidos. Dos aromas dos temperos à iluminação que propõe climas diferenciados até a central de som instalada no home theater, que garante música ambiente por todos os cantos. A área íntima foi desenhada para oferecer relaxamento, conta a arquiteta Paula Mattar. Ao lado da suíte, o escritório ganhou vidraça de frente para a piscina, lugar onde a moradora pretende experimentar momentos de puro sossego nos próximos meses escrevendo um livro sobre o universo feminino.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s