Casa Created with Sketch.

8 dicas para organizar as gavetas de um jeito rápido e certeiro

Bagunçar é humano, mas organizar também. Se é no menor tempo possível, então, melhor ainda. Por isso, falamos com quatro profissionais da organização e temos 8 dicas que vão mudar o jeito que você vê o seu armário. Depois delas, você vai estar preparado para acabar com aquela gaveta bagunçada

Armário

1.      Avalie o que você possui

O primeiro passo é tomar uns minutos para dar uma boa olhada no armário. “É muito importante fazer uma avaliação de todos os itens – doe ou descarte o que não é mais usado ou o que não te faz mais feliz”, explica a personal organizer Rafaela Oliveira, do blog Organize Sem Frescuras. Para fazer um teste com mais tempo e saber quais roupas você realmente usa, a personal organizer Andrea Caetano dá a dica: vire os ganchos de todos os cabides para fora e vá devolvendo as roupas que você usar com o gancho para dentro. Depois de alguns meses você vai saber quais itens devem ser doados.

 

2.      Priorize as roupas conforme o uso

“O que usa mais vai pra cima e, o que usa menos, nas gavetas mais baixas. O ideal é que todas as roupas íntimas, que são coisas que a gente usa mais, fiquem nas primeiras gavetas”, diz a personal organizer Juliana Faria. Desta forma, você terá peças que usa mais frequentemente ao seu alcance, o que economiza tempo na hora de procurar algum item e facilita a sua vida.

Gavetas

3.      Atenção ao jeito de dobrar

Há algumas dicas importantes quanto o jeito de dobrar as roupas do armário. A primeira é dobrar as roupas do mesmo tamanho, para melhor visualização. Para isso, pranchas podem ser utilizadas: além de auxiliar na hora de dobrar, elas garantem o tamanho igual. O próximo passo é empilhar as peças em estilo cascata, com um espaço de dois dedos para dentro da anterior – a técnica ajuda a reconhecer os itens e a bagunçar menos durante uma busca. Roupas íntimas, por exemplo, recebem alguns cuidados especiais: “Não pode fazer a bolinha na meia, só enrolar ou dobrar normalmente”, aponta a especialista em organização doméstica e pessoal, consultora e palestrante Ingrid Lisboa, do site Home Organizer. Para Juliana Faria, os sutiãs merecem atenção: “O legal com sutiã com bojo e aro é sempre deixar aberto. Se você não tiver espaço na sua gaveta para deixá-lo de frente, você de repente pode colocar de lado também”, diz.

Forma de dobras

4.      Organizando cores e estampas

A vantagem de separar por cores ou estampas é a de “haver uma harmonia e facilitar a procura”, conta Rafaela Oliveira. Mas não é para todos os armários e gavetas: “O aspecto visual só vai funcionar se tiver muita quantidade. Camiseta, por exemplo, dividimos por manga, e depois por cor — isto é, primeiro por tipo. Quando a pessoa não tem uma grande quantidade daquela determinada peça, o ideal é incluir na divisão de tipos. Por exemplo: se uma pessoa só tem duas ou três camisetas polo, vale mais a pena colocar com camisetas de manga curta”, explica Ingrid Lisboa. O mesmo vale para as estampas. Se você possui muitas peças estampadas, separe todas em um único grupo, que também pode ser dividido em tipos primeiro. Se não, o melhor mesmo é buscar a cor que chega mais perto de representar a estampa e incluir as peças ali.

Gavetas verticais

5.      Vertical ou horizontal? É bom usar divisórias?

A regra das cores também funciona aqui. “Para quem tem muitas camisetas, vale organizá-las na vertical, pois dessa forma você ganha muito mais espaço. Uma dica que ajuda muito são as divisórias de gavetas. Elas separam as categorias e deixam a gaveta organizada, prática e facilita manter tudo ordem sempre”, conta Rafaela Oliveira. A dica de Juliana Faria é para itens menores, como roupa íntima, cintos e lenços. “Existem alguns acessórios chamados de colmeia. Com eles a gente consegue fazer uma boa organização e consegue visualizar todas as peças”, diz. Uma alternativa é montar uma divisória em casa. O acessório pode ser feito de miolo de isopor prensado revestido de papel nos dois lados, que deve ser recortado com estilete e montado, conforme a necessidade, com cola.

Colmeia

6.      Gaveta x cabide

Na dúvida do que guardar na gaveta e o que guardar no cabide? Nas gavetas, guarde camisetas, regatas, blusas de lã e fio, roupa íntima, pijamas, camisetas, roupas de academia, lenços e cachecóis. Muitas vezes depende do tecido e da disponibilidade de espaço. Acessórios, como lenços e cachecóis, vão bem em gavetas, mas podem ficar pendurados também. “Nós geralmente não guardamos calças jeans, paletós, malha de lã e roupas de renda em gavetas. Mas, se tiver que guardar, o ideal é manter uma distância de 3 centímetros da dobra para evitar o dano na hora de abrir a gaveta. Pense assim: a roupa estica ou amassa quando pendurada? Se sim, dobre”, explica Ingrid Lisboa. Já camisas, blusas de tecido mais fino, casacos, jeans e blazer ficam melhor distribuídos nos cabides.

7.      Roupas de estação e aquelas menos usadas

Muitas vezes peças que não usamos tão frequentemente (mas que também não vamos doar, veja o item 1), acabam ocupando o espaço de peças que usamos mais ou que estão mais na estação. Quando isso acontece, “você pode organizar as roupas menos usadas em capas de tecidos para protegê-las do pó e do mofo. Para ganhar mais espaços, guarde as roupas fora da estação no fundo das prateleiras e faça a troca quando mudar a estação do ano”, indica Rafaela Oliveira. A regra vale para a maioria das roupas. Itens de couro, por exemplo, não entram na categoria, já que o melhor é que elas não fiquem dobradas.

8.      Tirou, guarde no lugar

“Os armários são reflexos dos nossos hábitos”, observa Ingrid Lisboa. “Manter é mais fácil do que colocar em ordem. As primeiras quatro a seis semanas depois da organização são quando nós nos adaptamos ao espaço, são as mais desafiantes e, por isso, dá mais trabalho. Depois disso fica mais fácil”, assegura. “Outra dica muito importante é ‘tirou, guarde no lugar’. Esse simples hábito faz muito a diferença na organização”, completa Rafaela Oliveira.

No final, “não existe uma técnica ou forma de dobrar que sirva para todos, porque somos todos muito diferentes. O mais importante é ficar prático, funcional, e com uma boa visualização. Todos os acessórios, organizadores e tipos de dobras têm que atender esses três aspectos, então eles podem ser utilizados. A estética é o último aspecto”, finaliza Ingrid Lisboa. Por isso, procure, experimente e veja o que funciona melhor para você no atual espaço disponível. O que vale mesmo é deixar tudo em ordem! Aproveite e aprenda a fazer um sachê aromatizante para as gavetas.

Quer mais?

Veja como a dobrar camisetas, bermudas, pijamas, e roupa íntima:

Veja também qual o modo ideal de pendurar roupas no cabide:

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s